terça-feira, 9 de janeiro de 2007

Parlendas


O Macaco foi a feira
Não sabia o que comprar
Comprou uma cadeira
Pra comadre se sentar
A comadre se sentou
A cadeira escorregou
coitada da comadre
foi parar no corredor



Batatinha quando nasce
se esparrama pelo chão.
Menininha quando dorme
põe a mão no coração.







Amanhã é domingo, pé de cachimbo.
O cachimbo é de ouro, bate no touro.
O touro é valente, bate na gente.
A gente é fraco, cai no buraco.
O buraco é fundo, acabou-se o mundo.



Um, dois, feijão com arroz,
Três, quatro, feijão no prato,
Cinco, seis, falar inglês,
Sete, oito, comer biscoito,
Nove, dez, comer pastéis.



Eu sou pequena,
Da perna grossa,
Vestido curto,
Papai não gosta


Por detrás daquele morro,
Passa boi, passa boiada,
Também passa moreninha,
De cabelo cacheado



Tropeiro fala de burro,
Vaqueiro fala de boi,
Jovem fala de namorada,
Velho fala que foi.



Era uma bruxa
À meia-noite
Em um castelo mal-assombrado
com uma faca na mão
Passando manteiga no pão



Salada, saladinha
Bem temperadinha
Com sal, pimenta
Um, dois, três.




Cadê o toucinho
Que estava aqui?
O gato comeu
Cadê o gato?
Fugiu pro mato
Cadê o mato?
O fogo queimou
Cadê o fogo
A água apagou
Cadê a água?
O boi bebeu
Cadê o boi?
Foi amassar o trigo
Cadê o trigo?
Foi fazer o pão
Cadê o pão?
O padre pegou
Cadê o padre?
Foi rezar a missa
Cadê a missa?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...